fbpx
CONDEPE 2018 supera expectativas

13 abr 2018

CONDEPE 2018 supera expectativas

Diretor do Transamerica e conselheiro do Cofen ressaltam alto nível e aprovação pelos congressistas

O conselheiro Luciano da Silva, representou o COFEN (Conselho Federal de Enfermagem), durante a primeira edição do CONDEPE (Congresso de Desenvolvimento Profissional em Enfermagem), em 3 e 4 de abril, no Transamerica Expo Center.

Foi coordenador de debate sobre o tema “Enfermagem em práticas avançadas no APH”, além de palestrante em mesa sobre as novas tecnologias e as perspectivas para os profissionais da urgência e emergência.

“Coordenei a mesa que falava sobre o suporte intermediário de vida, que é um novo campo de atuação para a enfermagem. Hoje temos duas modalidades de suporte, o básico, que é composto por um técnico de enfermagem e o condutor da ambulância; e suporte avançado, com enfermeiro, médico e condutor”, explica.

Segundo ele, no Brasil existem poucas ambulâncias de suporte avançado. Ao todo, são cerca de 550 e grande parte está nos grandes centros.

“Mas a maioria dos acidentes deixa pacientes em estado mais complicado, exigindo atendimento com atenção maior, que é o suporte intermediário de vida. Neste caso, a ambulância tem enfermeiro, técnico, condutor e capacidade para atender pacientes em estado moderado a grave de saúde. Atualmente o que acontece é que o suporte básico está atendendo os casos mais graves, o que significa risco de vida para a população”.

Sobre o CONDEPE, Silva afirma que foi maravilhoso, pois “reuniu uma gama de especialidades. Temos, por exemplo, uma área nova que é a enfermagem forense, de saúde pública, de educação. Então juntamos o mundo trabalhista, o acadêmico, a assistência com o professorado, a urgência e emergência com a saúde pública, com as novas possibilidades que estão surgindo. Tivemos uma palestra sobre estética. Foi um Congresso muito bom. Acredito que, por ser o primeiro, foi um sucesso enorme, que a gente dedica e credita ao Transamerica, ao COREN SP, ao COFEN e às sociedades envolvidas que se uniram para obter esse sucesso.”

Já Alexandre Marcílio, diretor do Transamerica, contou que as expectativas foram todas superadas.

“Tivemos entre 1200 e 1300 participantes e o que eu ouvi foi que o evento estava fantástico. As palestras, o conteúdo foi muito rico, informação de qualidade, palestrantes top de linha, que até vieram de outros estados extremamente dispostos a colaborar. E a simulação de resgate em local de difícil acesso enriqueceu ainda mais o CONDEPE 2018”, pontua Marcílio.

Para ele, os congressistas e os palestrantes saíram do Congresso com orgulho da profissão “porque foi criada uma experiência prática importante, além do programa de desenvolvimento científico. Um evento não é só conteúdo, é um conjunto de fatores, alimentação, conforto, exposição. Esse conjunto fez com que todos saíssem daqui felizes. Agora, vamos caminhar; nossa equipe já está com a cabeça no CONDEPE 2019.”

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades do Condepe: